sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Participação no desfile carnavalesco

A participação no desfile de carnaval consta do Plano Anual de Atividades de todos os anos de escolaridade e envolveu as vinte turmas da escola.
Cerca de quatrocentos e cinquenta crianças da escola de S. Luís desfilaram entre o Jardim Manuel Bívar e a Pontinha, onde esteve instalado o palco, por onde passaram todos os participantes. Os nossos fatos carnavalescos nasceram do trabalho da obra de José Jorge Letria, o escritor do mês de Janeiro, trabalho desenvolvido no âmbito do Plano Nacional de Leitura e do projeto “Porta Mágica”. Assim, fomos ao desfile mascarados de leão, girafa, elefante e jacaré. O envolvimento da família na atividade foi apreciada, com destaque para a Ana Valente, irmã do Jorge Valente que fez os fatos de jacaré. As máscaras esrtavam muito giras, tendo recebido rasgados elogios dos organizadores (Câmara Municipal de Faro) por serem criativas e inéditas.
Não gostámos muito de estar tanto tempo parados no jardim Manuel Bívar, mas como não há nada perfeito, considerámos que foi um bom exercício para as crianças mais ansiosas e "stressadas". :-)

Dia de S. Valentim: um dia para trabalhar o amor e a amizade

No dia 14 de Fevereiro as comemorações do dia de S. Valentim centraram-se na exploração dos temas amor e amizade. O Tomás trouxe um lindo ramo de flores para a Rita para lhe agradecer o facto de ela ser uma boa amiga. Como é um cavalheiro, aceitou a sugestão de retirar algumas margaridas do ramo e dar uma flor a cada menina da sala. Todas apreciaram o gesto e ficaram com um sorriso nos lábios. Para completar, fomos à descoberta de palavras carinhosas e simpáticas que enaltecessem as qualidades das pessoas. Ficámos a saber que essas palavras que atribuem qualidades às pessoas, coisas e animais chamam-se adjetivos. Com a ajuda dessas palavras escrevemos um cartão a cada um dos nossos amigos a dizer-lhes que somos amigos deles por serem ...simpátivos, cavalheiros, trabalhadores, atentos, etc.
Todos foram felizes para casa porque a regra foi que ninguém podia ir para casa sem uma carta de amizade.
Afinal S. Valentim é todos os dias, porque todos os dias são dias para mostrarmos que somos amigos dos nossos amigos.
Na escola, as salas e corredores enfeitaram-se de cortinados do amor e de lindos corações rosa e vermelhos.

Conhecer os sólidos e as figuras geométricas

A construção de uma maquete com casas e ruas foi o pretexto para trabalhar os sólidos e as figuras geométricas, as linhas retas e curvas, as linhas paralelas e perpendiculares e a geometria nas contruções.
A ajuda preciosa da família permitiu-nos gastar menos tempo na construção e ganhar tempo para a exploração dos conceitos matemáticos, neste caso. O nosso muito obrigada à família por mais esta colaboração.
video

À Descoberta do Tesouro do Museu

À descoberta do tesouro, atividade realizada no âmbito da parceria com o Museu Municipal de Faro, foi o pretexto para os alunos do 1º ano conhecerem as salas e o espólio do museu.
A atividadde consistia na descoberta de um tesouro que se encontrava na última sala visitada. Para lá chegar os alunos estiveram atentos às explicações das guias e participaram nos jogos propostos, ficando deste modo a conhecer os objetos existentes em cada sala e suas funcionalidades, na época.
video

Manter as tradições, cantando as janeiras

Cantar as Janeiras ou "cantar os Reis" no dia 6 de janeiro é uma tradição portuguesa que queremos manter viva.Por isso, os alunos do 3ºano, turma E e o seu professor, Manuel Gomes, cantaram as janeiras na nossa sala, anunciando o nascimento de Jesus e desejando um feliz ano novo. Ao invés do pão e da chouriça levavam boa disposição e o nosso agradecimento por tão interessante iniciativa e visita.

Nesse dia, para além das atividades de leitura e escrita sobre os reis magos e as tradições alusivas a esta data, fizeram-se lindas coroas para que todos tivessem a oportunidade de se sentirenm reis e rainhas por um dia :-) !!!